Ver Angola

Economia

Vendas de diamantes por Angola cresceram 3,5 por cento até Fevereiro

As vendas de diamantes por Angola cresceram mais de 3,5 por cento até Fevereiro, face ao período homólogo de 2014, traduzindo-se no forte aumento da receita fiscal em apenas dois meses, para 14,6 milhões de dólares.

:

Os números constam do mais recente relatório da Administração Geral Tributária angolana sobre as receitas arrecadadas pelo sector diamantífero, documento ao qual a Lusa teve hoje acesso e que fixa em 195,7 milhões de dólares as vendas entre Janeiro e Fevereiro.

Estas vendas são referentes a 1.433.990,47 quilates de diamantes, reflectindo um crescimento de 3,5 por cento face a 2014 e um aumento da receita fiscal, também em termos homólogos, de 8,8 por cento, entre imposto industrial e royalties.

Apenas nestes dois impostos - excluindo o imposto industrial definitivo calculado no final do ano e os lucros da empresa concessionária estatal do sector -, renderam aos cofres angolanos, até Fevereiro, 1.598.202.819 kwanzas aproximando-se dos valores de 2013.

Já em todo o ano de 2014, Angola arrecadou cerca de 10 mil milhões de kwanzas só com impostos sobre a venda, no total, de 8,6 milhões de quilates, por 1.274 milhões de dólares.

Depois do petróleo, os diamantes são o principal produto de exportação de Angola, país que está entre os cinco principais produtores mundiais.