Ver Angola

Banca e Seguros

Lucros do Finibanco Angola crescem 9,2 por cento em 2014

O banco português Montepio, que assume o controlo do Finibanco Angola, apresentou recentemente um balanço da sua actividade e resultados consolidados referentes a 2014. De acordo com o documento, o lucro do Finibanco terá aumentado em mais de nove por cento.

:

Na comunicação, a que o VerAngola teve acesso, a instituição financeira refere que “é de assinalar o notável crescimento dos depósitos de clientes”, que se fixou nos 47,8 por cento, superando os 500 milhões de dólares. Destaque ainda para o crescimento do crédito a clientes, que cresceu 76,5 por cento, atingindo um saldo de 329 milhões de dólares.

Este aumento da actividade do FNB-A teve um impacto directo na margem financeira, que atingiu os 28 milhões de dólares (mais 102 por cento), resultando num crescimento do produto bancário de 19,2 por cento, que se cifrou em 50 milhões. Embora ligeiramente inferior ao atingido em 2013, os resultados de operações cambiais representaram um significativo contributo para a formação do produto bancário do FNB-A, totalizando 15 milhões de dólares.

O Finibanco Angola encerrou o ano de 2014 com 18 balcões e centros de empresa. A instituição afirma-se como um banco de cariz universal de apoio às Pequenas e Médias Empresas, aos particulares e ao comércio externo angolano, com especial incidência nas transacções entre empresários portugueses e angolanos.