Ver Angola

Comércio

Grupo Webcor vai produzir massas alimentares em Angola

O Grupo Webcor vai começar a produzir massas alimentares em Angola. A empresa, ligada ao sector agro-industrial e sediada na Suíça, assinou um acordo com a AP Foods Indústria Alimentar que “vai aumentar a produção de massas alimentares” no país.

:

Em comunicado remetido ao VerAngola, o Grupo Webcor revela que este acordo também vai possibilitar a distribuição de massas alimentares "em todo o tipo de superfícies comerciais" e diversificar a oferta de produtos disponíveis no mercado.

Citadas na nota, as administrações das duas empresas admitem que este acordo é "particularmente importante, não só porque contribuirá para a diversificação da produção e para a geração de riqueza em Angola, mas também porque possibilitará a criação de mais postos de trabalho, quer directos quer indirectos no país".

Acrescentam ainda que o contrato vai permitir às empresas serem reconhecidas, em breve, "como produtores e distribuidores de um produto de excelência e qualidade".

"Com esta nova parceira ambas as empresas irão rentabilizar, quer a capacidade actualmente instalada de 108 mil toneladas/ano, quer as competências técnicas de que dispõem, aliadas à capacidade logística do Grupo Webcor ao nível da venda e distribuição de produtos alimentares", avança a nota, acrescentando que a parceria também vai permitir à AP Foods chegar, em 2022, a uma "produção de 325 mil toneladas/ano, assim como integrar grande parte da cadeia de valor e diversificar a oferta de produtos ao mercado".

A AP Foods foi criada em 2016, "ano em que arrancou com uma capacidade instalada de 20 mil toneladas/ano", contando "actualmente com cerca de 150 postos de trabalho directos".

A suíça Webcor é um grupo familiar, dono de várias "empresas especializadas em sourcing, agricultura, produção e distribuição de produtos alimentares e de grande consumo".

Tem portas abertas desde 1978 e conta com "uma força de trabalho de cerca de 3000 pessoas em todo o mundo, e uma rede com mais de 120 pontos de venda em África".

O grupo está bastante presente em Angola, "através das suas participadas Angoalissar, Grandes Moagens de Angola, Lactiangol, Imex Indústria, entre outras".