Ver Angola

Transportes

Luanda, Soyo e Cabinda vão estar ligadas por serviço de catamarãs

Luanda, Soyo e Cabinda poderão vir a estar ligadas por um serviço de transporte de passageiros. O anúncio foi feito esta Quarta-feira pelo administrador financeiro da empresa Secil Marítima, João Martins.

:

De acordo com o responsável, a empresa Secil Marítima está a ponderar avançar, ainda este ano, com um serviço de transporte composto por embarcações do tipo catamarã que ligará Luanda, Soyo e Cabinda.

Em declarações à Angop, João Martins disse que o arranque do projecto está dependente do final das obras de reabilitação e construção dos terminais de passageiros no Soyo e em Cabinda.

Para já, enquanto decorrem as obras, a empresa diz estar a analisar qual o valor a cobrar para os bilhetes e a realizar estudos para saber quanto custará a operação da rota.

Luanda já teve um serviço deste género. O serviço de transporte por catamarãs entrou em vigor em 2014 e era gerido pela empresa TMA Express – que actualmente se encontra extinta. De acordo com a Angop, este serviço tinha como objectivo facilitar o transporte dos residentes no Kilamba e Benfica até ao centro da capital.

De acordo com Emanuel da Costa, coordenador de comissários de bordo, citado pela Angop, o projecto implementado em Luanda acabou por falir por falta de manutenção dos equipamentos, uma vez que a empresa até tinha bastante procura: três catamarãs transportavam mais de 2000 passageiros por dia.

Os activos e passivos da TMA Express passaram agora a ser da responsabilidade da Secil Marítima, que está neste momento a pagar os salários em atraso de 2018 e 2019.