Ver Angola

Telecomunicações

Lusa e Angop assinam protocolo para formação de jornalistas em Luanda

A agência Lusa e a sua congénere angolana, Angop, assinaram um protocolo de colaboração na área da formação, com uma forte componente de multimédia, prevendo acções para cerca de 30 jornalistas no segundo semestre.

: PCA da Angop e o seu homólogo da Lusa, aquando de uma visita deste a Luanda (Arquivo Angop)
PCA da Angop e o seu homólogo da Lusa, aquando de uma visita deste a Luanda (Arquivo Angop)  

De acordo com o acordo assinado esta Quinta-feira, nas instalações da Lusa, em Lisboa, entre o presidente do Conselho de Administração da agência noticiosa portuguesa e o ministro da Comunicação Social, a Lusa enviará seis formadores a Luanda, que darão formação a cerca de 30 jornalistas da agência de notícias de Angola.

"O objectivo é formar os quadros de jornalistas da Angop nas diversas áreas em técnicas de jornalismo, foto jornalismo e multimédia, é isso que pretendemos", disse o presidente do conselho de administração da agência angolana, Josué Salusuva Isaías.

Por seu lado, o presidente da Lusa, Nicolau Santos, afirmou que "o vetor essencial” do protocolo “é a formação, que será dada à Angop e a outros órgãos de comunicação social angolanos".

Ainda sujeito a confirmação decorrente da situação de pandemia mundial provocada pelo novo coronavírus, a formação deverá decorrer em Setembro ou Outubro.