Ver Angola

Sociedade

Autoridades pedem apoio solidário para acudir os mais carenciados

O Governo disponibiliza a partir desta Segunda-feira uma conta bancária para recolha de contribuições dos cidadãos e entidades colectivas com vista a "mitigar a carência" da população mais vulnerável devido à pandemia da Covid-19.

:

"Ajuda-nos a ajudar. Todos juntos na luta contra a Covid-19. Podes fazer a tua parte contribuindo em kwanzas para o IBAN AO06 005 0000 5197 1631 1019 7 - do Ministério das Finanças - Tesouro Nacional, Governo de Angola", lê-se na mensagem enviada esta Segunda-feira aos utilizadores de telemóvel.

Uma fonte disse à Lusa que a iniciativa se enquadra na Campanha de Solidariedade Juntos por Angola, lançada na Sexta-feira passada, com vista a acudir os mais carenciados, sobretudo no decurso do período de estado de emergência, que entra nesta Segunda-feira para o quarto dia.

Em campanhas publicitárias difundidas nos órgãos de comunicação, as autoridades apelam à solidariedade dos angolanos "neste momento difícil para a humanidade".

Angola regista já duas mortes de pessoas infectadas pela Covid-19 num total de sete casos positivos, conforme anunciou, no Domingo, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

O país vive desde Sexta-feira em estado de emergência prorrogável, que se estende até 11 de Abril, com a interdições de pessoas e viaturas na via pública, nos aglomerados e horário específico para venda de bens alimentares, entre as medidas.

Em Angola estão em quarentena institucional 1.089 pessoas e algumas dezenas cumprem quarenta domiciliar.