Ver Angola

Energia

Governo adia sem data retirada dos subsídios aos combustíveis

O Governo adiou, sem data, a retirada de subsídios aos combustíveis, cuja implementação estava prevista para o segundo semestre deste ano.

:

Segundo a ministra das finanças, que falava à imprensa no final da reunião de Conselho de Ministros, orientada pelo Presidente João Lourenço, "o momento demanda que se adie esta medida para não ser mais um peso para as famílias e para as empresas que ainda dependem dos combustíveis para operar".

"De modo que, o executivo decidiu adiar esse processo de remoção de subsídios aos combustíveis para data a ainda a avaliar, mas que certamente não será para o exercício de 2020", disse Vera Daves em declarações à imprensa.

O Governo vem analisando há algum tempo a retirada dos subsídios aos derivados de petróleo, procurando criar condições para não afectar essencialmente as populações mais carenciadas.

O executivo e o Fundo Monetário Internacional (FMI) concertaram posições quanto ao fim dos subsídios aos combustíveis, que só vai ser aplicado em simultâneo com um programa de transferências sociais para as famílias mais vulneráveis.

Relacionado