Desportivo da Huíla deixa-se empatar pelo líder 1.º de Agosto no final da partida

O Desportivo da Huíla permitiu no Domingo ao líder 1.º de Agosto marcar dois golos nos últimos oito minutos e chegar ao empate 3-3, em jogo da 17.ª jornada do campeonato nacional de futebol.
:
  

A vencer por 3-1 até aos 82 minutos, o Desportivo desacelerou o jogo e consentiu, nesse minuto, que Vamilson marcasse o 3-2 e, cinco minutos depois, que Bobo igualasse a partida.

Disputado no Estádio do Ferroviário, os anfitriões marcaram por Lionel (31 minutos), Milton (72) e Manico (76). Pelos visitantes rubricaram Kilá (33), Vanilson (82) e Bobó (87).

Com mais este empate, depois do obtido na ronda anterior diante do Interclube (0-0), o tricampeão mantém-se na primeira posição com 35 pontos, contra 29 do Desportivo, que segue em terceiro.

O Petro, que tem o jogo no terreno do Kuando Kubango FC marcado para Quarta-feira devido à participação na Taça da Confederação - perdeu na recepção aos egípcios do Zamalek (1-0) -, ocupa o segundo posto, com 31 pontos, mas com menos dois jogos.

A 17.ª jornada começou Sábado com a derrota do quarto classificado, Kabuscorp do Palanca, no terreno do Interclube, por 3-2, estando também em destaque o Atlético Sport Aviação (ASA), que recebeu e venceu os Bravos do Maquis por 2-1.

Para tal, os aviadores suspenderam temporariamente a greve em luta pelos cinco meses de salários em atraso, cumprindo o jogo para evitar duas faltas de comparência seguidas na prova - falharam na semana passada a deslocação ao terreno do Sagrada Esperança -, o que equivale à desqualificação da competição.

Já Domingo, o Sagrada Esperança foi ao Uíge bater o Santa Rita de Cássia por 2-1, tendo-se registado empates em mais dois jogos: a zero entre a Académica do Lobito e o Recreativo de Caála e a um golo entre o Progresso do Sambizanga e o Sporting de Cabinda.

Mais Lidas