Angola e Qatar vão reforçar cooperação nos domínios do petróleo e gás

Angola e Qatar vão reforçar a cooperação nos domínios do petróleo e do gás, necessidade expressa durante uma deslocação do ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, a Doha, indica esta Sexta-feira um comunicado oficial enviado à agência Lusa.
:
  

No documento, o Ministério das Relações Exteriores adianta que a intenção foi assumida Quinta-feira por Manuel Augusto e pelo o vice-primeiro Ministro e Ministro dos Negócios Estrangeiros do Qatar, Sheikh Mohammed bin Abdulrahman bin Jassim Al Thani.

Já este mês, Angola e Qatar assinaram, também em Doha, um acordo de cooperação no domínio dos transportes, que prevê o estabelecimento de ligações aéreas entre as capitais dos dois países, na sequência da visita de uma delegação liderada pelo ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu, e que integrou representantes da Empresa Nacional de Navegação Aérea (ENANA) e da TAAG.

Em 2015, Angola e o Qatar assinaram um protocolo que prevê a criação de conexões directas entre Luanda e Doha, tendo em atenção o fomento do intercâmbio comercial entre os empresários dos dois países.

O acordo assinado visa concretizar os objectivos do Governo a potenciar o sector da aviação civil nacional e apoiar a TAAG na conquista de novos destinos.

O Qatar, que, tal como Angola, tem uma economia essencialmente do petróleo, conta com uma população estimada em 1,9 milhões de habitantes, e é tido como um dos países com maior rendimento per capita do mundo., sendo um dos poucos Estados onde os cidadãos não pagam impostos.

O Qatar também tem grandes depósitos de gás natural, compreendendo mais de cinco por cento do total das reservas do planeta.

Manuel Augusto chegou a Doha proveniente de Genebra (Suíça), onde participou, entre 25 e 27 de Fevereiro, na 40.ª Sessão do Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas, tendo, numa intervenção, reafirmado a aposta do país no multilateralismo como meio privilegiado para enfrentar os problemas internacionais.

Mais Lidas