Ver Angola

Cultura

Projecto Kaya com campanha de crowfunding para apresentação em Angola

O Projecto Kaya lançou uma campanha de crowdfunding com o objectivo maior de trazer a sua música até Angola e desta forma fazer o lançamento oficial do disco "Bem vindos a kaya" no continente africano, assim como o espectáculo de apresentação.

:

Há este Fado de não ter Fado, talvez o Fado maior. Há este Fado de não ter lugar, é só sentir, em que a única fronteira conhecida é o mundo. Há este Fado de uma só língua, a da alma que se transforma em música e palavras. Há este Fado, e é neste Fado que vive o Projecto Kaya.

Sem medo de falsos purismos ou preconceitos artificiais, Andrea Soares e Liliana Almeida são a voz de algo maior do que elas: uma vontade que vale por ser verdade. Angola e Portugal unidos pela música. A guitarra portuguesa que se ouve em África, o Semba a iluminar e fazer dançar os becos e vielas de Lisboa: tudo faz sentido porque é verdade e a verdade pertence ao universo. A palavra “saudade” pode ser intraduzível, mas é comum a todas as almas deste planeta e no fim de contas é isso que interessa, essa comunhão, esse “sorrir em união” que o Projecto Kaya defende e pratica.

Por melhor que seja a mensagem, ela é inútil se não for entregue da melhor forma. E é aqui que se percebe como é feliz o encontro das vozes de Andrea e Liliana que neste género musical inovador celebram e fortalecem a sua amizade. Andrea e Liliana começaram no universo pop sendo ambas integrantes da Girlband Nonstop. A vida encarregou-se do resto e assim, há dois anos juntaram-se para um projecto musical que fosse mais pessoal. Com maturidade a alma veio ao de cima: Andrea cresceu num ambiente familiar ligado ao Fado, Liliana tem África no sangue. O que perseguiam esteve sempre afinal dentro delas, essa junção de temperos musicais com sensibilidades distintas.

É a isso que estas cantoras dão forma, rodeadas por um colectivo de músicos ligados ao Semba e ao Fado. Para abrilhantar o projecto contam ainda com a colaboração de Paulo de Carvalho e Fernando Fernandes (FF), que em parceria com a Andrea e Liliana, Bruno Andrade e Agir assina a composição do disco.