Ver Angola

Economia

Consultora NKC: preços em Angola vão subir 22,4 por cento este ano e 14,5 por cento em 2022

A consultora NKC African Economics reviu esta Quarta-feira a sua estimativa para a inflação em Angola, antevendo que os preços subam 22,4 por cento este ano e 14,5 por cento em 2022, depois de subirem 22,3 por cento no ano passado.

:

"Antevemos que a taxa de inflação aumente marginalmente para 22,4 por cento este ano, antes de abrandar para 14,5 por cento em 2022, e dado o elevado nível da inflação e as taxas de juro reais negativas, não esperamos que o Banco Nacional de Angola baixe a sua taxa de juro de referência antes de 2022", dizem os analistas.

De acordo com um comentário aos valores da inflação no ano passado, que aumentou para 22,3 por cento face aos 17,1 por cento registados em 2019, esta filial africana da consultora britânica Oxford Economics escreve que "isto aconteceu essencialmente devido à queda dos preços do petróleo e à liberalização cambial de 2019, que fez o kwanza perder cerca de 26 por cento do seu valor no ano passado".

No comentário, enviado aos clientes e a que a Lusa teve acesso, os analistas apontam que o kwanza caiu para o nível mais baixo de sempre a meio de Novembro, quando eram precisos 653 kwanzas para comprar um dólar, e alertam que "apesar de a moeda nacional se ter fortalecido em linha com a subida do preço do petróleo, continua vulnerável a mudanças no sentimento global e deve depreciar-se 18 por cento este ano".

A inflação no país subiu 24,4 por cento em Janeiro face ao período homólogo do ano passado, registando um aumento de 1,5 por cento face à subida dos preços registada em Dezembro, divulgou o Instituto Nacional de Estatística na Segunda-feira.

"A variação homóloga situa-se em 24,41 por cento, registando um acréscimo de 6,46 pontos percentuais com relação à observada em igual período do ano anterior", lê-se na nota divulgada em Luanda.

"Comparando a variação homóloga actual com a registada no mês anterior (Dezembro de 2020) verifica-se uma diminuição de 0,68 pontos percentuais", acrescenta-se ainda no texto.

Relacionado