Ver Angola

Matérias Primas

Acordos com a Anglo American serão “bons para Angola”, diz CEO da empresa

Os acordos assinados entre Angola e a Anglo American, que confirmam a entrega de cinco concessões mineiras para a prospecção de metais básicos à empresa mineira, serão “bons para Angola e para as comunidades locais”, disse Mark Cutifani, CEO da empresa.

:

O responsável disse ainda esperar que os acordo sejam "também positivos para a Angloamerican".

A empresa assinou cinco contratos de investimento mineiro com o governo em Novembro de 2019: três no Cunene, para metais básicos (cobre, cobalto e níquel) e dois no Moxico para cobre, cobalto e prata.

Mark Cutifani adiantou ainda que pretende começar com os trabalhos de exploração este ano, mal esteja terminada e definida a natureza da relação com o governo de João Lourenço.

"Os cinco acordos são muito abrangentes" e exigiram "muito trabalho e discussão", mas "estamos muito contentes com a visão que o ministro [dos Recursos Minerais e Petróleos] tem para o país e para a indústria mineira", declarou Mark Cutifani, à saída de um encontro com Diamantino Azevedo, na Feira Internacional de Minas.

Relacionado