Ver Angola

Energia

Sonangol quer aumentar produção própria em quase 100 mil barris até 2027

A Sonangol quer aumentar a produção nos blocos em que opera dos actuais 2 por cento para 10 por cento em 2027, o que significa um aumento de quase 100 mil barris por dia, anunciou esta Quinta-feira a administração da petrolífera estatal.

:

"Um dos principais objectivos é alcançar um número mínimo de 10 por cento para produção própria operada pela Sonangol neste país", anunciou o presidente do Conselho de Administração da empresa, Gaspar Martins, em conferência de imprensa para assinalar o 44.º aniversario da empresa.

Em 2027, acrescentou, a Sonangol ambiciona tornar-se "uma empresa de referência do sector petrolífero no continente africano", alcançando os 10 por cento de produção como operador do total de produção do país.

O presidente da comissão executiva da Sonangol, Ricardo Van-Deste, adiantou que actualmente a Sonangol é responsável apenas por 2 por cento da produção, o que equivale a 27 mil barris por dia.

"Em 2027 queremos 125 mil barris de petróleo nos blocos onde a Sonangol opera hoje ou quer operar no futuro", destacou o mesmo responsável.

Segundo Gaspar Martins as áreas de exploração petrolífera em que a Sonangol está envolvida, através de acordos com concessionárias de blocos petrolíferos ou operando de forma autónoma representaram em 2019 uma produção estimada de 237 mil barris/dia, uma queda de 0,2 por cento face ao ano anterior, mas que representa hoje 17 por cento da produção total de Angola.