Ver Angola

Desporto

Jogos Olímpicos: Angola com plano alternativo caso verba não seja atribuída até ao próximo mês

Se até Março o Comité Olímpico Angolano (COA) não receber o dinheiro disponibilizado pelo Ministério da Juventude e Desportos para levar os atletas angolanos já apurados aos Jogos Olímpicos deste ano, o comité vai optar por um plano alternativo para que o país não fique sem representação na competição.

: Selecção feminina de Andebol já está apurada para os Jogos Olímpicos 2020
Selecção feminina de Andebol já está apurada para os Jogos Olímpicos 2020  

A ideia é levar até ao Japão – onde vão decorrer os Jogos Olímpicos – quatro atletas, de ambos os sexos, para representar o país nas modalidades de natação e atletismo.

Em declarações à Angop, António Monteiro "Bambino", secretário-geral do Comité Olímpico Angolano, fez saber que parte dos 380 milhões de kwanzas atribuídos para a competição já deveriam ter sido entregues ao COA no ano passado. Queixando-se da falta de verbas, o responsável afirmou que, no ano passado, cada bilhete de avião para o Japão custava 700 mil kwanzas e que actualmente o preço se encontra em um milhão e 800 mil kwanzas.

No entanto, os bilhetes não são o único problema do COA. O responsável referiu que o atraso na atribuição da verba tem dificultado a compra dos equipamentos necessários e lembrou que na edição dos Jogos Olímpicos de 2016, que decorreram no Rio de Janeiro, Brasil, o dinheiro foi atribuído dois dias depois de a competição ter arrancado: "No Rio de Janeiro chegamos seis dias antes à Vila Olímpica, com os atletas a usarem equipamentos diferentes, foi vergonhoso e passamos uma imagem de desorganização que não é o COA".

Até ao momento, a selecção feminina de andebol, de vela, natação e atletismo estão apuradas para os Jogos Olímpicos.