Ver Angola

Defesa

SIC deteve director provincial da cultura no Zaire por suspeita de desvio de dinheiros públicos

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve o director provincial da cultural na província do Zaire, Biluka Nsakala Nsenga e o antigo director provincial da Juventude e Desporto, Miguel da Costa Filho, por suspeita de desvio de dinheiros públicos.

:

Biluka Nsakala Nsenga e Miguel da Costa Filho foram detidos por terem adulterado a folha de salários. Os suspeitos terão ficado, alegadamente, a receber acima das funções exercidas. O chefe de secção das finanças da Juventude e Desporto e quatro professores que fazem parte do município do Nóqui também foram detidos por suspeita de estarem envolvidos no esquema.

As detenções surgem na sequência de uma investigação que tem como objectivo apurar qual foi o prejuízo causado ao Estado através do desvio de dinheiros públicos.

Em declaração ao Novo Jornal, Carlos Fidel, porta-voz do SIC-Zaire, disse que as diligências realizadas resultaram na "recolha de relevantes elementos de prova que indiciam a possibilidade da prática de outros crimes de idêntica natureza".

O porta-voz adiantou ainda que os detidos já foram ouvidos em primeiro interrogatório pelo Ministério Público tendo sido constituídos arguidos.

Sem qualquer ligação às detenções supra indicadas, no Moxico, a SIC deteve Raimundo Ricardo, o director do Gabinete Provincial de Educação do Moxico.

Segundo a Angop, o responsável foi detido depois de não ter comparecido nas instalações do SIC. O SIC notificou, por três vezes, Raimundo Ricardo com o objectivo de esclarecer um processo que visa o detido, mas este não aparece.

Nesse processo, Raimundo Ricardo é acusado de crimes de peculato, violação do plano de orçamento, abuso de poder, branqueamento de capitais e associação criminosa.