Joalharia e lapidação de diamantes são apostas da Endiama para atrair investidores

Foi na Conferência Internacional sobre Investimento Mineiro em África (INBADA) que Carlos Sumbula, Presidente do Conselho de Administração da Endiama, anunciou que a diamantífera estatal irá ainda este ano estabelecer parcerias para a aquisição de ouro para joalharia à República Centro Africana, RD Congo, Níger e Mali.
:
  

Aquele que é um dos maiores eventos dedicado ao sector mineiro no continente africano, realiza-se em Cape Town, na África do Sul e termina esta quinta-feira. Carlos Sumbula marcou presença no certame, onde teve oportunidade de adiantar a um grupo de investidores que a lapidação e a joalharia são neste momento as grandes apostas da Endiama. “A fábrica reinaugurada em Luanda corresponde a menos de um por cento das necessidades de lapidação de diamantes no país. Queremos gerar valor acrescentado para a nossa produção e criar postos de trabalho”, afirmou o responsável, citado pelo Jornal de Angola.

O PCA apelou ainda ao investimento em Angola, justificando o apelo com as inúmeras oportunidades e as facilidades concedidas pelo Executivo para estimular as acções do sector privado no domínio da produção. A Endiama produz, comercializa, e lapida diamantes e pretende agora fabricar joias, sendo que para isso é necessário colaborar com outros países, já que o fabrico de joias envolve a composição de ouro.

Carlos Sumbula afirmou ainda à comunicação social presente no evento que esteve num encontro com uma delegação indiana, cujos empresários manifestaram interesse em adquirir diamantes angolanos. “Os indianos estão interessados em diamantes de pequena dimensão e nós vamos manter parcerias com os investidores para optimizar toda a actividade diamantífera e arrecadar mais receitas dos minerais”, afirmou o responsável, citado pela mesma publicação.

Em paralelo com a conferência, a Empresa Nacional de Diamantes de Angola representa o nosso país numa feira de diamantes que decorre também em Cape Town. Com um stand de 22,5 metros quadrados, estão representadas as várias detidas da concessionária: Sodiam, Enditrade, Endiama Mining e as associadas Catotolo, Chitotolo, Cuango, Luminas e Somiluna.

Mais Lidas