Ver Angola

Telecomunicações

Ministro assegura que desenvolvimento do Angosat-2 decorre sem constrangimentos

O desenvolvimento do satélite Angosat-2 decorre sem constrangimentos. A garantia é de Manuel Homem, ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social.

:

Ao fazer um balanço do ano que passou e do que se espera para este ano, o governante referiu que o desenvolvimento do satélite Angosat-2 se encontra em curso e considerou que o satélite vai ajudar a aperfeiçoar o grau de cobertura dos serviços de telecomunicações disponibilizados aos cidadãos.

Sobre eventuais obstáculos no desenvolvimento do Angosat-2, o titular da pasta das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social indicou que para já não foram verificados constrangimentos e indicou que as equipas estão empenhadas em cumprir o cronograma.

"As equipas técnicas estão empenhadas para que no cronograma estabelecido (primeiro semestre de 2022) possamos ter o satélite concluído e em órbita", indicou, citado pela Angop.

Recorde-se que a Rússia e Angola já tinham celebrado um acordo para a produção de um primeiro satélite, o Angosat-1. No entanto, depois de ter entrado em órbitra em 2017, o satélite perdeu contacto com a Terra. Em 2018, surgiu um novo acordo para a construção de um segundo satélite, com o objectivo de substituir o Angosat-1.

Relacionado