Ver Angola

Política

João Lourenço reúne Conselho Económico e Social para discutir pobreza, lixo e FMI

O Presidente da República reuniu o Conselho Económico e Social para auscultar os seus membros sobre matérias diversas ligadas ao domínio da economia e da vida social do país.

:

O encontro decorreu no Palácio Presidencial e teve como temas em destaque uma avaliação do recentemente finalizado programa de assistência ao país do Fundo Monetário Internacional (FMI) e debates à volta da pobreza, Medidas de reconversão da economia informal e a gestão dos resíduos sólidos.

Relativamente à acção do FMI, os conselheiros do Chefe de Estado tomaram contacto com um relatório-síntese do que foram os três anos de assistência daquele organismo financeiro internacional, apresentado pelo Ministro de Estado da Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior.

Segundo um comunicado a que o VerAngola teve acesso, em reacção, o grupo de conselheiros para as questões sócio-económicas elogiou o desempenho do Executivo e encorajou o Chefe de Estado e sua equipa a fazerem da estabilidade macroeconómica conseguida ao cabo deste tempo como ponto de partida para o crescimento do país, com actividade que se reflicta no plano da economia real, para benefício das famílias e das empresas.

Sobre a pobreza multidimensional e a sustentabilidade ambiental, com realce para a gestão dos resíduos sólidos, foram apresentados dois estudos elaborados por equipas do Conselho Económico e Social e que o Executivo acolheu como "excelentes contributos", segundo o Presidente João Lourenço.

"Estamos a colher os frutos da existência do Conselho Económico e Social e do seu trabalho. Só é pena o órgão ter sido criado muito tarde, praticamente no fim do mandato", comentou o Chefe de Estado, satisfeito com os dois estudos apresentados no encontro.

Galeria