Ver Angola

Saúde

Covid-19: África inicia programa de pré-encomenda de vacinas esta Terça-feira

Os países africanos podem a partir desta Terça-feira fazer a pré-encomenda de vacinas para a covid-19 através da plataforma electrónica para abastecimentos médicos da União Africana, contando para isso com garantias financeiras do Afreximbank.

:

"A Plataforma Africana de Fornecimentos Médicos [AMSP, na sigla em inglês] inicia hoje [Terça-feira] o programa de pré-encomenda de vacinas covid-19 para todos os Estados-membros da União Africana [UA]", anunciou a organização em comunicado.

De acordo com a União Africana, a plataforma será a "única fonte que permitirá o acesso rápido, transparente e rentável" às 270 milhões de doses de vacinas da Pfizer, Johnson & Johnson e AstraZeneca que a União Africana conseguiu reservar para o continente de 1,3 mil milhões de pessoas.

Através de pré-encomendas, que podem ser feitas a partir desta Terça-feira, a plataforma pretende oferecer "acesso equitativo" às vacinas aos 55 Estados-membros da organização pan-africana, de que fazem parte os lusófonos Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Os pagamentos das encomendas serão "facilitados" pelo Afreximbank, que, segundo o comunicado, fornecerá aos fabricantes, em nome dos países, "garantias até 2 mil milhões de dólares".

"Estes são tempos históricos. Pela primeira vez na história, a África garantiu o acesso a milhões de doses de vacinas no meio de uma pandemia como a maioria dos países ocidentais", disse Strive Masiyiwa, enviado especial da União Africana.

"Há ainda uma enorme escassez de doses de vacinas e é por isso que esta colaboração continental concebeu uma distribuição justa, juntamente com um acesso equitativo às vacinas covid-19 em todo o continente", acrescentou.

Benedict Oramah, presidente do Conselho de Administração do Banco Africano de Exportação-Importação (Afreximbank), sublinhou também a importância de uma abordagem continental na procura de vacinas.

"Ao fornecer garantias de compromisso de aquisição antecipada até 2 mil milhões de dólares aos candidatos a fabricantes, o Afreximbank assegurará que os Estados africanos possam aceder rapidamente às vacinas covid-19, a preços competitivos e de forma atempada, contribuindo assim para salvar vidas e meios de subsistência", acrescentou.

Para apoiar as operações de vacinação, a plataforma lançou também uma nova categoria de acessórios que ajudará os países a adquirirem equipamentos associados à vacinação, como congeladores de temperatura ultrabaixa, equipamento de protecção pessoal, algodão, seringas e agulhas, entre outros.

"Os maiores desafios no acesso à vacina covid-19 em África têm sido o financiamento das vacinas e a logística da vacinação em escala, mas estamos satisfeitos por esta lacuna estar a ser preenchida pela facilidade de financiamento do Afreximbank", afirmou o director do CDC África, John Nkengasong.

"A decisão crítica agora é como começar a vacinação para que, uma vez iniciada, não haja interrupções. É aqui que a AMSP desempenhará um papel muito importante", acrescentou.

A AMSP (www.AMSP.africa) é uma iniciativa sem fins lucrativos lançada pela União Africana como resposta à pandemia de covid-19.

Relacionado