Ver Angola

Transportes

Circulação ferroviária entre Lubango e Menongue retomada após interrupção de sete dias

A circulação de comboios de passageiros e carga no troço Lubango-Menongue, do Caminho-de-Ferro de Moçâmedes, foi esta Quarta-feira retomada, depois de sete dias de paralisação, que causaram prejuízos de 10,9 milhões de kwanzas.

:

Segundo noticiou a Angop, a interrupção da circulação deveu-se às fortes chuvas que causaram o quebra de uma das pontes do ramal, num percurso de 322 quilómetros de extensão.

O incidente registou-se a 28 de Dezembro, na localidade de Olivença, município da Chibia, província da Huíla, o que provocou a suspensão do transporte dos cerca de 700 passageiros que diariamente usam aquele meio de locomoção.

O Caminho-de-Ferro de Moçâmedes recebeu obras de reabilitação e modernização entre 2006 e 2015, realizadas por uma empresa chinesa.

A rede ferroviária de Angola é constituída por três linhas, nomeadamente o Caminho-de-Ferro de Benguela, que liga o Lobito ao Luau, numa extensão total de 1340 quilómetros, o Caminho-de-Ferro de Luanda, entre a Baía e Malanje, numa extensão de 445 quilómetros, e o Caminho-de-Ferro de Moçâmedes, entre Namibe e Menongue, numa extensão de 860 quilómetros.