Ver Angola

Cultura

Ministério da Cultura elege conclusão do Arquivo Nacional como prioridade

O Ministério da Cultura elegeu como prioridade para este ano a conclusão da construção do Arquivo Nacional, o restauro de centros culturais das aldeias e a preparação do dossier para elevar o Cuito Cuanavale a Património Mundial.

:

A informação foi avançada esta Quarta-feira pela ministra da Cultura, Maria da Piedade de Jesus, na cerimónia de deposição de uma coroa de flores na estátua do primeiro Presidente, António Agostinho Neto, no âmbito do Dia Nacional da Cultura, que se assinala esta Quarta-feira.

Em declarações à imprensa, a ministra referiu que a homenagem ao "grande poeta de Angola, António Agostinho Neto", o primeiro a promover a cultura nacional num discurso em 1979, marca assim as festividades do Dia Nacional da Cultura.

"Esta é uma homenagem como homem de cultura e grande poeta, tinha que ser a primeira coisa a ser feita neste dia de cultura, dia 8 de Janeiro", disse a governante.

Para este ano, Maria da Piedade de Jesus disse que todas as áreas são importantes para a Cultura, mas haverá prioridades para a sua promoção e desenvolvimento, destacando o restauro e criação de centros culturais nas "ombalas" (termo umbundu que significa o lugar onde vive o rei) e também o término da construção do Arquivo Nacional.

"As prioridades vão depender muito do orçamento que houver, mas em princípio está proposto um bocado do orçamento para cada uma das temáticas culturais", disse a ministra.

A titular da pasta da Cultura realçou ainda a importância a ser dada este ano às indústrias culturais, que considerou "um elemento importante para o sector e para o desenvolvimento social", bem como a investigação científica na área da cultura e todas as outras.

Relativamente ao processo de inscrição do monumento do Cuito Cuanavale na lista de património mundial, Maria da Piedade de Jesus referiu que este ano vão continuar os trabalhos já iniciados em 2019, com o trabalho investigativo documental e a delimitação do espaço, para posterior preparação do dossier para futura inscrição.

Por sua vez, o governador da província de Luanda, Luther Rescova, que depositou a coroa de flores na estátua de António Agostinho Neto, adiantou que existem ainda desafios no sector da cultura, nomeadamente a necessidade de maior divulgação e mais investimentos na indústria cultural, para um maior contributo na inclusão social e criação de oportunidades para os fazedores da cultura.

O programa das comemorações prevê, além da deposição da coroa de flores na estátua de António Agostinho Neto, a reinauguração de um espaço cultural, pelo vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, no Sequele.

Além da província de Luanda, outras regiões do país comemoram igualmente a data, com manifestações culturais, nomeadamente debates, saraus, exposições de artes, teatro e danças de rua, visitas a monumentos históricos, palestras, entre outras.