Ver Angola

Ambiente

Organização sul-africana vai investir um milhão por ano no Parque Nacional do Iona

Na Sexta-feira, o governo, através do Ministério do Ambiente, e a organização sul-africana African Parks vão assinar um acordo que visa a gestão partilhada do Parque Nacional do Iona.

:  Angola Image Bank
Angola Image Bank  

A African Parks, uma organização de conservação sem fins lucrativos que assume responsabilidade total pela reabilitação e gestão de parques nacionais com sede na África do Sul, deverá investir cerca de um milhão de dólares por ano no parque, revela a Angop.

A decisão de gerir o parque em conjuntos com a organização surge no âmbito do plano de gestão, reabilitação e construção do Parque Nacional do Iona, revelou Aristófanes Pontes, director-geral do Instituto Nacional da Biodiversidade e Áreas de Conservação.

O responsável considerou que o acordo será bastante benéfico para o governo. A parceria com a African Parks permitirá ao executivo ganhar experiência e conhecimento sobre a gestão de parques deste género.

Esta é a primeira vez que o país assume a gestão partilhada de um parque,disse Aristófanes Pontes, completando que o executivo já está em fase de preparação para alargar a medida a outros parques.

A gestão conjunta do Parque Nacionaldo Iona vai durar pelo menos 15 anos, podendo estender-se até aos 30 anos, dependendo do tipo de investimento feito.

O Parque Nacional do Iona fica localizado no deserto do Namibe e é onde habitam as plantas mais antigas do mundo, a Welwitchia Mirabilis – também conhecidas como o 'polvo do deserto'.

Relacionado