Ver Angola

Economia

Desde o início do ano que kwanza apreciou 15 por cento face ao dólar

Desde o início do ano que o kwanza registou uma apreciação de 15 por cento face ao dólar e de 25 por cento face à moeda europeia, indicando assim que o período de desvalorização que se iniciou em 2018 por causa da mudança reforma cambial foi quebrado.

:

De acordo com o Expansão, actualmente, no mercado formal uma nota de 100 dólares tem um custo de 56.500 kwanzas e uma nota de 100 euros tem um custo de 64.120 kwanzas, menos 8400 kwanzas e 15.700 kwanzas do que no início do ano, respectivamente.

A diferença actual entre as taxas no mercado formal e no informal fixa-se nos cerca de 20 por cento, enquanto em 2018, a diferença era de 159 por cento face à moeda americana e de 167 por cento face ao euro. No fim de Novembro deste ano, o diferencial fixava-se nos 19 por cento face ao dólar e nos 22 por cento relativamente ao euro.

Este acerto, segundo o Expansão, advém mais da desvalorização no mercado formal do que no informal.

Dados citados pelo mesmo jornal indicam que em Janeiro de 2018 cada dólar valia cerca de 165 kwanzas no mercado formal, enquanto nas ruas de Luanda valia 430 kwanzas. Já esta Terça-feira, 30 de Novembro de 2021, no mercado formal cada dólar valia cerca de 565 kwanzas e nas ruas valia 675 kwanzas.