Ver Angola

Saúde

União Europeia atribui três milhões à Unicef Angola para reforçar resposta à pandemia

A União Europeia vai atribuir três milhões de euros à Unicef Angola com o objectivo de ajudar a reforçar as actividades de resposta à covid-19 nos municípios do Cazenga, Belas, Talatona e nos distritos urbanos do Sambizanga e Maianga, todos localizados na província de Luanda.

:

A verba foi atribuída pela Direcção-Geral da Protecção Civil e das Operações de Ajuda Humanitária Europeias e servirá para a Unicef Angola reforçar os serviços de saúde, nutrição e condições de higiene da população.

Na lista de actividades a usufruírem da verba está o reforço da gestão dos casos de malnutrição infantil, o alargamento do programa de transferência monetária para famílias crianças malnutridas, a disponibilização de equipamentos de protecção pessoal a unidades de saúde, escolas, lares e orfanatos, a instalação de infra-estruturas para lavagem das mãos em mercados públicos e o reforço da vacinação.

A covid-19 veio agravar a economia nacional e, consequentemente, diminuir os rendimentos das famílias. As dificuldades sócio-económicas deixaram as famílias mais expostas ao vírus. No sentido de combater estas problemáticas, de acordo com o jornal Mercado, a Unicef tem trabalhado em conjunto com as autoridades de Luanda para assegurar que os habitantes da capital continuam a ter acesso aos serviços de saúde, nutrição e às condições de higiene adequadas, reduzindo assim o impacto da pandemia.