Ver Angola

Economia

Consultora NKC prevê manutenção da taxa de juro em Angola nos 15,5 por cento em 2021

A consultora NKC African Economics previu esta Quinta-feira que o Banco Nacional de Angola (BNA) mantenha a taxa de juro inalterada durante o próximo ano devido ao risco cambial e de inflação elevada, acima dos 20 por cento.

: Reuters Stringer
Reuters Stringer  

"Prevemos que as taxas de juro se mantenham inalteradas em 2021, já que a inflação alta e o elevado risco cambial devem persistir" no próximo ano, escrevem os analistas num comentário à manutenção da taxa de juro directora.

O BNA decidiu manter a taxa de juro em 15,5 por cento na sua última reunião, argumentando que a economia nacional, tal como a economia global, continua subjugada pelos efeitos da pandemia de covid-19.

"Apesar das fracas perspectivas económicas este ano e dos preços baixos do petróleo, o banco central tem sido incapaz de descer as taxas de juro para impulsionar a economia devido à fraqueza cambial e às decrescentes reservas cambiais", lê-se na nota enviada aos clientes, e a que a Lusa teve acesso.

No comentário, os analistas dizem que "apesar das condições económicas deprimentes, a inflação manteve-se numa média de 21,6 por cento nos primeiros dez meses deste ano, subindo face aos 17,2 por cento do mesmo período do ano passado".

Desde o princípio do ano, o kwanza já caiu 25 por cento "devido principalmente à queda dos preços do petróleo e à liberalização cambial lançada no ano passado", concluem os analistas.

Na semana passada, o BNA manteve a taxa de juro nos 15,5 por cento, bem como os coeficientes de reservas obrigatórias, e vai continuar a monitorizar a liquidez no mercado para conter os efeitos sazonais da quadra festiva.

O Comité de Política Monetária (CPM) do BNA analisou o comportamento dos principais indicadores económicos, bem como os impactos das medidas tomadas anteriormente sobre os diferentes sectores da economia.

Na nota divulgada após a reunião, o BNA destacou que foi dada continuidade à reforma do funcionamento do mercado cambial do lado da oferta de divisas, registando-se a entrada do Tesouro Nacional na plataforma FXGO.

O 'stock' das Reservas Internacionais Brutas (RIB) situou-se em 15,25 mil milhões de dólares em Outubro de 2020, o que corresponde a uma redução de 139,83 milhões de dólares face a Setembro.

"Não obstante a redução observada, as mesmas equivaliam a 11 meses de importação de bens e serviços, acima da meta de convergência de seis meses da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC)", referiu.

O CPM mantém também a previsão de 25 por cento de inflação para o presente exercício económico "pelo que continuará a monitorizar todos os factores monetários determinantes da inflação".

A próxima reunião do CPM está agendada para 28 de Janeiro de 2021.