Ver Angola

Defesa

Polícia confunde escape de motorizada com tiros e mata dois homens

Um agente da Polícia Nacional matou dois homens, de 32 anos, depois de os ter confundido com assaltantes. O caso passou-se no Sábado no distrito urbano do Kassequel, em Luanda.

:

A informação foi confirmada por uma fonte policial ao Novo Jornal. É esperado um comunicado da Polícia Nacional acerca deste caso nas próximas horas.

Segundo os dados disponíveis, as vítimas seguiam numa motorizada quando foram abordados por uma patrulha da Polícia Nacional. Apesar de terem existido relatos de que terão desobedecido a uma ordem de paragem, a fonte policial refere que “segundo relatos de testemunhas no local, que prestavam informações ao Serviço de Investigação Criminal (SIC) de Luanda, as vítimas não desobedeceram e prontamente pararam a motorizada e apresentaram os documentos”. 

No entanto, e enquanto se dava a verificação de documentos, outra motorizada terá passado ao lado da patrulha policial, sendo que o tubo de escape faria um barulho idêntico a tiros de arma. A fonte relata que os efectivos da Polícia Nacional terão entrado em pânico, pensando que se tratavam de disparos de uma arma de fogo. Um dos agentes atirou-se para o chão, enquanto que outro terá caído numa vala de drenagem.

Pensado que seriam os interrogados a disparar, um dos polícias terá aberto fogo e morto os dois homens.

Ainda de acordo com o NJOnline, perante este cenário, o segundo comandante provincial de Luanda, comissário Divaldo Martins, garantiu que o caso está a ser investigado e que nas próximas horas a Polícia Nacional pronunciar-se-á para esclarecer a situação.