Ver Angola

Educação

UMN entra pela primeira vez no ranking africano e já é a mais bem classificada das instituições angolanas

Foi a primeira vez que a Universidade Mandume Ya Ndemofayo (UMN), com sede no Lubango, entrou para o ranking das 200 universidades de África mais bem-conceituadas e populares. Além disso, esta instituição de ensino também é a melhor posicionada entre os estabelecimentos angolanos que fazem parte desta tabela.

: Angop
Angop  

A UMN ocupa o 16.º lugar da lista, que foi divulgada esta semana pela nigeriana UniRank, a melhor posição das universidades angolanas que fazem parte desta tabela.

No total, o país tem cinco instituições presentes nesta lista: a UMN, a Universidade Independente de Angola (30.º lugar), a Universidade Agostinho Neto (39.º lugar), a Universidade Técnica de Angola (101.º lugar) e a Universidade Católica de Angola (178.º lugar).

De acordo com o site da UniRank, os três primeiros lugares do ranking são ocupados por universidades sul-africanas: a Universidade da Cidade do Cabo ocupa a primeira posição, seguida pela Universidade de Pretória e pela Universidade de Witwatersrand.

Segundo a UniRank, a acreditação das universidades por instituições do governo que conduzem o ensino superior, a oferta de graduações ou pós-graduações com pelo menos quatro anos bem como a disponibilidade de cursos num formato de educação presencial, foram alguns dos requisitos que foram considerados para elaborar esta lista.

 Pode consultar o ranking completo aqui