Ver Angola

Economia

Banco Mundial vai apoiar financeiramente Angola no combate à covid-19

O país vai contar com o apoio financeiro do Banco Mundial no combate à covid-19. A informação foi avançada esta Segunda-feira por Franco Mufinda, secretário de Estado para a Saúde Pública.

:

Ao falar no fim de uma visita de constatação da campanha de imunização que decorre no posto de alto rendimento do Paz Flor em Luanda, efectuada pelo vice-presidente do Banco Mundial para Região Oriental e Austral do continente africano, Hafez Ghanem, o secretário de Estado para a Saúde Pública considerou que se trata "de uma boa iniciativa tendo em conta a cooperação existente entre o Ministério da Saúde e o Banco Mundial".

Citado numa nota disponibilizada no Facebook do Minsa, o responsável indicou que "estão em curso alguns projectos e a compra de vacinas faz parte".

"Temos um projecto para o fortalecimento do sistema de saúde, que vai desde a formação de técnicos e compra de alguns insumos", completou.

Já o vice-presidente do Banco Mundial mostrou-se "impressionado com o nível de organização e com o número de vacinas administradas", indica a nota.

Citado pela Rádio Nacional de Angola (RNA), Hafez Ghanem indicou que "não deve haver restrições do ponto de vista numérico do financiamento para Angola".

Sem avançar um valor concreto a ser disponibilizado, o responsável disse que já estão a analisar a possibilidade de financiamento e que "o importante é financiarmos o país para que o país possa ter a sua saúde financeira para que possa avançar".

"Uma coisa bastante importante aqui é que este vírus deve ser eliminado para que as pessoas possam avançar. Portanto é uma questão de vida ou morte, por isso estamos aqui a preparar os pacotes financeiros dos próximos anos para Angola", revelou.

Recorde-se que uma delegação do Banco Mundial está a realizar, desde esta Segunda-feira, uma visita de três dias a Angola para discutir o trabalho da organização e a parcerias com o Governo.

Relacionado