Ver Angola

Defesa

CISP Benguela recebeu mais de um milhão de chamadas num ano

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Benguela recebeu mais de um milhão de chamadas num ano. Na abertura das celebrações do primeiro aniversário deste centro, o director do CISP Benguela admitiu que este organismo tem desempenhado bem o seu papel.

:

"Com a criação desse centro, o sentimento de segurança trouxe ou criou alguma contribuição naquilo que tem a ver com a visibilidade que as nossas câmaras (...) transmitem para a intervenção das situações que ocorrem na via pública", referiu Daniel Félix, director do CISP Benguela, citado pela TPA.

Por sua vez, o comissário Aristófanes dos Santos, delegado do Ministério do Interior em Benguela, admitiu que o CISP "não substitui o trabalho policial", mas "complementa" as acções policiais.

"O CISP não substitui o trabalho tradicional de polícia, é apenas um upgrade, é apenas algo que complementa aquilo que é a acção do nosso dia-a-dia e, por isso, é que cabem neste centro e neste sistema todos os órgãos do Estado que intervêm no sistema de segurança pública e até de segurança nacional", afirmou.

O CISP de Benguela foi o segundo centro a ser implementado no país, depois de o primeiro ter sido instalado na capital.

O centro de Benguela conta com o apoio de mais de 200 técnico. Integra uma sala de comando e controlo, sala de videovigilância e as suas ferramentas tecnológicas simplificam a troca de informações entre os órgãos de segurança do país.

De acordo com a TPA, este centro compreende serviços do Ministério do Interior, Forças Armadas, polícia, protecção civil, bombeiros e emergências médicas.

Relacionado