Ver Angola

Saúde

Cartão de Vacina Virtual vence 2.ª edição do Startup Weekend

A 2.ª edição do Startup Weekend em Luanda, que terminou no dia 24 de Novembro, no ISPTEC em Talatona, consagrou o Projecto 'Cartão de Vacina Virtual' como grande vencedor. Dezenas de pessoas participaram e apresentaram os seus projectos e aprenderam como criar uma startup.

:

O Startup Weekend Luanda é uma experiência onde empreendedores e aspirantes a empreendedores aprendem como criar uma startup durante um fim de semana. Nos três dias de evento os participantes apresentaram as suas ideias, validaram, construíram o modelo de negócio, desenvolveram um protótipo e realizaram no último dia uma apresentação para um júri e uma audiência maior.

O projecto vencedor foi o 'Cartão de Vacinal Virtual', desenvolvido por quatro criadores com o objectivo de atender a população de forma rápida e eficiente no acesso aos serviços de saúde, com maior realce para o acesso às vacinas para as crianças.

“Construímos o projecto para responder aos inúmeros constrangimentos que muitas famílias e a população em geral têm encontrado para ter acesso as vacinas em muitos serviços de saúde. Acreditamos que os hospitais, postos de saúde e clínicas devem estar mais próximos das pessoas através de uma plataforma digital. O Cartão Virtual de Vacina passará a facilitar este processo porque é uma ideia de impacto social”, afirmaram os responsáveis do grupo vencedor, em comunicado remetido ao VerAngola. 

Cláudia Viana, Responsável da Área de Inovação do Standard Bank, considera que foram 54 horas de muitas ideias inovadoras, experiência, conhecimento, aproveitamento e orientação. “Enquanto patrocinador oficial, o Standard Bank quer estar muito próximo da comunidade de empreendedorismo e ser um agente colaborativo no ecossistema do empreendedorismo ligado às tecnologias digitais”, disse. 

Segundo a facilitadora para Angola do Startup Weekend Luanda, Vanda de Oliveira, a 2.ª edição foi uma "experiência fantástica", com resultados positivo e com indicadores que mostram que destes participantes vão sair os próximos empreendedores que vão criar empresas, gerar empregos, crescimento económico e bem-estar social. 

“Estamos felizes porque os jovens conseguiram trabalhar na materialização das suas ideias e o startup conseguiu mostrar-lhes o que é necessário para ser empreendedor. O objectivo do Startup Weekend é levantar novas lideranças locais para se criar uma comunidade de startup global. Queremos ir a todas províncias e permitir que mais jovens em Angola tenham a oportunidade de apresentar as suas ideias e materializá-las”, acrescentou.  

Os participantes da 2.ª edição receberam no final um certificado de participação, sendo que os líderes dos três primeiros grupos terão a oportunidade de acesso ao Programa Orange Corners, que lhes vai permitir entrar num programa de incubação durante seis meses. 

A Responsável da Área de Inovação do Standard Bank garantiu que o banco vai oferecer ao 1.º classificado 20 horas de mentoria, o segundo receberá 15 horas e o terceiro 10 horas, para que os mesmos consigam ter mais estrutura e bagagem para avançarem com as ideias de negócio. 

O Startup Weekend já realizou mais de 2000 eventos em mais de 150 países.