Ver Angola

Transportes

Transportes públicos de Luanda voltam a movimentar mais passageiros

O início do mês de Outubro marca o reinício das actividades escolares, agendado para Segunda-feira, mas também o aumento da lotação nos transportes públicos urbanos de Luanda, que passam de 50 para 75 por cento da capacidade.

:

A medida, que entra esta Quinta-feira em vigor, consta no Decreto Presidencial que institui a Situação de Calamidade Pública no país – em vigência desde 26 de Maio – devido à proliferação da covid-19.

Até aqui, táxis, autocarros e comboios da capital estavam limitados a 50 por cento da sua capacidade. No entanto, este aumento para 75 por cento terá como principal objectivo facilitar a mobilidade aos estudantes, que regressam às aulas no início da próxima semana.

Apesar de ser uma medida de contingência, a limitação nos transportes públicos tem gerado aglomerações nas paragens, aumentando o risco de contaminação. Para combater esta situação, o ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu, anunciou já um reforço de 150 novos autocarros em Luanda.

Nos restantes sectores, mantêm-se as medidas até aqui adoptadas: a função publica em Luanda continua com 50 por cento da força de trabalho, enquanto que nas províncias conta com 75 por cento do efectivo, refere a Angop.

Restaurantes e cantinas podem permanecer abertos até às 22h30, com capacidade reduzida. O mesmo se aplica a estabelecimentos hoteleiros e actividade comercial.