Ver Angola

Indústria

IGAPE abre concurso de privatização de quatro empreendimentos agro-industriais via leilão electrónico

O Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE) abriu um concurso público para privatizar quatro empreendimentos agro-industriais. Em causa estão o Matadouro Modelar de Malanje, o Complexo Agro-industrial de Caxito, o Complexo Agro-industrial do Namibe e o Complexo Agro-Industrial do Dombe Grande.

:

Em comunicado publicado no seu site, o IGAPE refere que a alienação será feita por meio de leilão electrónico: "No âmbito do Programa de Privatizações 2019-2022, o Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado, como entidade estatal responsável pela execução do respectivo programa, deu início hoje [Terça-feira] ao Concurso Público, por meio de Leilão Electrónico, na modalidade de Alienação de Activos, para a privatização" de quatro empreendimentos agro-industriais.

O leilão vai ter início à meia-noite de dia 2 de Novembro e terminará às 23h59 de 3 de Novembro. Para isso, todos os interessados em participar no concurso devem remeter a sua candidatura no Portal do Leilão Electrónico até às 23h59 do dia 1 de Novembro.

A lista de empreendimentos a ser privatizados é composta pelo Matadouro Modelar de Malanje, situado em Malanje e pelo Complexo Agro-industrial de Caxito (Bengo), que é composto pelo Entreposto Frigorifico de Caxito e pela Fábrica de Processamento de Tomate de Caxito.

Também vão ser alienados o Complexo Agro-industrial do Namibe (Namibe), constituído pelo Entreposto Frigorífico do Namibe e pela Fábrica de Processamento de Tomate do Namibe e o Complexo Agro-Industrial do Dombe Grande (Benguela), que integra o Entreposto Frigorífico do Dombe Grande, a Fábrica de Latas do Dombe Grande e a Fábrica de Processamento de Tomate do Dombe Grande.

"Assim, os interessados em visitar os referidos empreendimentos, devem para o efeito, enviar um e-mail, com a indicação das datas em que pretendem visitar cada um dos activos e o número de representantes por cada entidade, que não poderá ser superior a 5 pessoas, cabendo a estes os encargos inerentes a sua deslocação", adianta a nota.

Saiba mais sobre o procedimento aqui.