Ver Angola

Educação

ANPG, BP Angola e parceiros dos blocos 18 e 31 inauguram escolas em Benguela

A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG), a BP Angola e os parceiros dos blocos 18 e 31 inauguraram, esta Quarta-feira, duas escolas primárias em Benguela.

:

Um comunicado remetido ao VerAngola, refere que cada "cada complexo escolar inclui oito salas de aulas, um campo multiuso para actividades desportivas, muro de vedação, área administrativa, tanque de água e casas-de-banho (incluindo sanitários para pessoas com necessidades especiais)".

As salas de aula estão apetrechadas com carteiras, armários, quadros bem como mobília de escritório.

De acordo com a nota, cada escola é capaz de acolher, anualmente, 840 alunos do ensino primário, "sendo que no total a sua construção envolveu um financiamento de 1.260.000 dólares".

As obras foram concretizadas pela ONG Rise Angola, em 10 meses, avança a nota.

No acto de inauguração, que decorreu esta Quarta-feira, estiveram presentes o Governador da província de Benguela, Luís Nunes, e representantes da ANPG, BP Angola, da Sonangol P&P, Sinopec e Equinor, empresas parceiras dos blocos.

Este projecto "demonstra o quanto o sector petrolífero nacional e os agentes responsáveis pela sua dinamização podem contribuir para criar impacto positivo na vida das comunidades locais. A educação será sempre um dos aspectos a apoiar e a melhorar no nosso país, motivo pelo qual estamos realmente satisfeitos com a inauguração destas duas escolas", considerou o conselho de administração da ANPG.

Já Adriano Bastos, Vice-Presidente Sénior da BP Angola, indicou que "o acesso à educação é crucial para o desenvolvimento de qualquer nação e, por essa razão, um dos focos da BP no âmbito da sua estratégia de responsabilidade social nos países onde opera".