Ver Angola

Cultura

Malanje pronta para tornar realidade ‘Casa-Museu Doutor António Agostinho Neto’

A residência de Agostinho Neto em Malanje poderá mesmo vir a ser transformada num museu. A intenção, já antes reiterada, foi agora avançada pelo vice-governador da província para o sector Político, Económico e Social, Domingos Eduardo.

:

O responsável referiu que esta seria uma homenagem ao primeiro Presidente de Angola, enquanto fundador da nação, bem como uma forma de preservar a dignidade da residência, dando-lhe novo alento.

A 'Casa-Museu Doutor António Agostinho Neto' situar-se-ia assim na Rua 15 de Agosto, em Malanje, local onde o antigo Presidente viveu nos anos de 1944 e 1945, quando trabalhava no hospital da região.

Sem precisar datas para a execução deste projecto, Domingos Eduardo reavivou esta ideia, já discutida no país, na abertura das jornadas do Conselho Provincial da Juventude (CPJ), onde se comemorará o Dia do Herói Nacional, a 17 de Setembro.

Segundo a Angop, o vice-governador destacou a importância de Malanje na vida de Agostinho Neto, sublinhando ter sido a última província do país que visitou antes de falecer.

Foi também em Malanje que Agostinho Neto proferiu algumas das suas frases mais celebres como: "O mais importante é resolver os problemas do povo" ou "A revolução vai continuar, a revolução vai triunfar".

No próximo ano comemorar-se-á o centenário do nascimento de Agostinho Neto, a 17 de Setembro de 2022.