FAO criou 226 escolas de campo no Bié em 2017

A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) criou, em 2017, 226 escolas de campo na província do Bié, projecto destinado à formação de agricultores, disse fonte da instituição.
:
  

Num balanço às actividades em 2017, o coordenador da FAO no Bié, Figueiredo Lourenço, salientou já se notar um aumento na produção agrícola nas 29 comunas dos municípios do Chunguar, Andulo, Camacupa e Catabola, Cuito, Chitembo e Nharea, faltando estender a formação a outras duas, em Cuemba e Cunhinga.

O Projecto MOSAP II visa apoiar a criação das escolas de campo e toda a organização logística em torno do sector.

No Bié, a União Nacional das Confederações e Associações de Camponeses de Angola (UNACA) tem registada 335 associações de camponeses e 55 cooperativas.

Com uma população estimada em cerca de 1,4 milhões de habitantes, grande parte deles dedica-se à agricultura, nomeadamente ao cultivo de milho, feijão, batata-doce, batata-rena, mandioca, frutas e hortaliças diversas.

Mais Lidas