Ver Angola

Saúde

“Juntos contra a falta de ferro”: campanha da Nestlé quer alertar para a má nutrição

Foi na passada sexta-feira, dia 31, que a Nestlé apresentou a vários órgãos de comunicação social a sua campanha “Juntos contra a falta de ferro”. A ocasião contou com a presença de Wilbart de Wit, director-geral da marca em Angola e da nutricionista angolana Paulina Semedo, embaixadora da campanha.

:

O projecto, que decorrerá ao longo dos próximos meses, tem como principal objectivo alertar a sociedade civil angolana para o tema da má nutrição, com especial destaque para a falta de ferro na alimentação, principal causadora de anemia. Em Angola, uma em cada três crianças com menos de cinco anos sofre deste problema.

De acordo com um comunicado remetido ao VerAngola, durante o encontro, a nutricionista Paulina Semedo fez questão de salientar e reforçar a importância deste tema no quotidiano dos angolanos: “Trata-se de um problema grave, que afecta grande parte das nossas crianças, e para o qual pretendemos chamar a atenção. A anemia é uma condição grave, que provoca o desânimo e a falta de força nas nossas crianças. É muito importante que a alimentação que temos diariamente esteja provida do maior número de micronutrientes possível. O feijão, por exemplo, é um bom alimento para suprir a falta de ferro”. A nutricionista ressalvou ainda a importância de campanhas como esta, no sentido de alertarem os cidadãos angolanos para uma preocupação transversal que toca a toda a população.

Já o director-geral da Nestlé Angola, Wilbart de Wit, lembrou que a Nestlé, desde a sua fundação, está empenhada na promoção de uma boa alimentação para todos. Nos produtos que disponibiliza ao público, existe, desde há muito, a preocupação de fortificação com os micronutrientes, nomeadamente o ferro.

Em Angola, “a Nestlé criou um programa de educação nutricional por um período de quatro anos, conjuntamente com os Ministérios da Educação e da Saúde, para o lançamento de um Manual Crianças Saudáveis, sempre na perspectiva de ajudar a população a ter uma alimentação mais saudável e equilibrada. Este movimento - 'Juntos contra a falta de ferro' - que agora pretendemos implementar, é mais uma iniciativa que desenvolvemos nesse sentido”, afirmou o responsável.

A campanha começa oficialmente na próxima semana e vai desenrolar-se com um conjunto de iniciativas directas junto da população, como a realização de peças de teatro nas escolas.