Ver Angola

Desporto

Um ponto ditou a derrota de Angola sobre o Senegal. Selecção enfrenta agora a República Centro-Africana

No último jogo do dia de ontem, segunda-feira, o Senegal venceu Angola à tangente por somente um ponto de diferença (74-73), infligindo a primeira derrota na competição ao nosso país, actual campeão africano. O extremo Carlos Morais foi o melhor marcador, com 19 pontos.

FIBA:

Nos outros jogos do dia, a selecção de Cabo Verde, orientada pelo treinador português Luís Magalhães, assegurou a vitória na Série D do Afrobasket, após somar três o terceiro triunfo nesta fase, por 76-65, frente ao Zimbabué.

Na cidade tunisina de Radés, Cabo Verde voltou a impor a criatividade ofensiva e a agressividade defensiva, que identificam o seu estilo de jogo, acabando por superar a selecção do Zimbabué, num duelo em que ‘brilhou’ o base Jeff Xavier, o ‘MVP’ com 18 pontos, 10 ressaltos, quatro assistências e dois roubos de bola.

Jeff Xavier, que cresceu para a modalidade nos Estados Unidos, já é o terceiro melhor marcador da competição, com uma média de 20,3 pontos, a mesma que o moçambicano Augusto Matos, numa hierarquia liderada pelo senegalês Gorgui Dieng, que actua nos Minnesota Timberwolves, da NBA, e que apresenta um registo de 27 pontos por jogo.

Na terceira ronda do Grupo B, Moçambique alcançou a sua primeira vitória após bater Marrocos por 85-82. Os moçambicanos garantiram assim a terceira posição na série. Pio Matos, irmão gémeo de Augusto Matos, foi o jogador mais valioso da partida, ao contabilizar 23 pontos e quatro ressaltos.

Esta terça-feira, na jornada que antecede os quartos-de-final, a nossa selecção vai defrontar a República Centro-Africana, enquanto Moçambique enfrenta, na quarta-feira, a selecção da Nigéria. Já Cabo Verde joga no mesmo dia contra o Gabão, quarto e último classificado do Grupo C.