Ver Angola

Saúde

Reforçada testagem à covid-19 na fronteira com a Namíbia

O Ministério da Saúde decidiu reforçar a testagem à covid-19 na fronteira com a Namíbia, tendo em conta o crescimento do número de casos no país vizinho. A informação foi avançada pelo secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

: José Cachiva/Angop
José Cachiva/Angop  

Ao falar no âmbito da sua visita de dois dias ao Cunene, o responsável defendeu que o teste à covid-19 continua a ser uma componente essencial para as pessoas entrarem em Angola.

Citado pela Angop, o secretário de Estado para a Saúde Pública explicou que este reforço é a forma de se conhecer a situação real.

Franco Mufinda aproveitou ainda a ocasião para indicar que as autoridades locais estão a trabalhar aleatoriamente em pequenas amostras, havendo necessidade de se aumentar o número de testes para ajudar a expandir o trabalho.

Além dos testes, Franco Mufinda explicou que o controlo da covid-19 na fronteira com a Namíbia também passa pela vacinação. Neste caso está a ser administrada a vacina Johnson & Johnson, que é de dose única.

O responsável indicou que é importante continuar a sensibilizar a população para aderir à vacinação e pediu ajuda à comunicação social e autoridades locais para mobilizarem as pessoas.

"Sabemos que as comunidades do Cunene têm influências com a Namíbia, onde há alguns problemas de adesão à vacinação, facto que pode jogar pela negativa o processo nas zonas fronteiriças", afirmou, citado pela Angop.

Por fim, deixou ainda um apelo à população local, para que as normas de prevenção continuem a ser cumpridas.

Relacionado