Ver Angola

Desporto

Federação suspende Ferrovia por um ano e pune clube com derrotas no campeonato

A Federação Angolana de Futebol puniu esta Sexta-feira o Ferrovia do Huambo com derrota em todos os jogos do campeonato em que o atleta Alberto Xavier ‘Vingumba’ fez parte da ficha técnica e suspendeu o clube por uma época.

:

Em causa está a falsificação do documento de rescisão de contrato do atleta aquando da saída do Wiliete de Benguela, em Dezembro de 2020, e, consequente, inscrição irregular do jogador, após integração no Ferrovia.

O Ferrovia foi também suspenso por uma época por ter recorrido à 4.ª Secção da Sala do Cível e Administrativo do Tribunal da Comarca de Belas, em Luanda, em violação dos artigos 46.º, 47.º e 48.º da Lei do Desporto, segundo indica a federação.

A federação explica ainda que clube deve pagar uma multa e indemnizar pelos danos que causou com o procedimento cautelar requerido, incluindo as despesas judiciais e extrajudiciais.

A deliberação do Conselho Jurisdicional da Federação Angolana de Futebol revoga assim o recurso interposto pelo Ferrovia do Huambo, ao Conselho de Disciplina do órgão federativo angolano, em Abril de 2021.

A nota da federação refere também que os dirigentes do Ferrovia supostamente envolvidos no caso serão responsabilizados criminalmente pela alegada falsificação do referido documento.

Em protesto, o presidente do Ferrovia do Huambo, Adriano Neto, prometeu esta Sexta-feira recorrer à FIFA, por considerar que o clube que dirige agiu dentro da legalidade, apesar do Serviço de Investigação Criminal, em Luanda, ter certificado a falsificação do documento de rescisão contratual do atleta.

Tudo começou quando em Abril de 2021, o Wiliete de Benguela, clube de origem do atleta, apresentou um protesto ao Conselho de Disciplina da Federação Angolana de Futebol a alegar irregularidade na inscrição do jogador.

Na ocasião, o Wiliete referiu que o atleta em causa estava inscrito sem acordo de rescisão de contrato, pedindo a retirada de todos os pontos ao Ferrovia.