Grupo Boa Vida fortalece força de trabalho com finalistas do Programa Talentos Angola

O Grupo Boa Vida fortaleceu ainda mais a sua força de trabalho, com a selecção e integração de 19 profissionais recém-formados, seleccionados através do Programa Talentos Angola, para integrarem a sua equipa exercendo a função de trainee.
Siphosihle Mkhwanazi:
    Siphosihle Mkhwanazi

O Grupo Boa Vida tem actualmente cerca de 4000 colaboradores, ainda assim, pretende continuar a contribuir para o crescimento da economia nacional por meio da geração de emprego. Foi com esse objectivo que foi implementado o Programa Talentos Angola, que culminará com a contratação de alguns dos trainees para preencherem vagas corporativas no Grupo Boa Vida.

A abertura das inscrições para o Programa Talentos Angola foi anunciada em Dezembro do ano transacto e as inscrições começaram a ser feitas em Fevereiro do corrente ano, em conferência de imprensa na Urbanização Boa Vida, projecto habitacional do Grupo. O objectivo do programa é o de capacitar os jovens seleccionados, de modo a adquirirem aptidões que serão úteis na liderança de projectos de grande escala, principalmente os que estão na carteira de investimentos do Grupo Boa Vida.

“Sinto-me muito satisfeito pelo que alcançámos até agora com esse programa. Foi um prazer conhecer cada um desses jovens e foi possível perceber neles a vontade e determinação em fazer mais e melhor, independentemente das dificuldades ou barreiras que possam encontrar, como a actual situação económica do país. Estou muito confiante de que obteremos excelentes resultados com esse programa pois não se trata apenas de uma capacitação técnico-profissional, mas também comportamental, e o resultado serão indivíduos capacitados para fazerem algo de relevante para a sociedade”, comentou o PCA do Grupo Boa Vida, Tomasz Dowbor, sobre as suas expectativas para com o projecto.

Após a divulgação do programa, houve uma adesão bastante positiva, com o recebimento de cerca de 6000 candidaturas, o qual exigiu um processo de selecção criterioso, para o qual a empresa já estava preparada. O processo de selecção começou com a primeira triagem onde foram seleccionados 200 candidatos para entrevista. Com as entrevistas, foram seleccionados 80 candidatos para a realização de testes comportamentais e dinâmicas de grupos. Posteriormente ocorreu a segunda triagem com exercícios de Team Building e Test DISC com os 35 candidatos apurados. A última apuração ocorreu com a entrevista dos mesmos com o PCA e o PCE do Grupo Boa Vida, onde foram seleccionados os finalistas.

Os 19 finalistas são jovens formados nas áreas de Gestão de Recursos Humanos, Ciências da Educação (Pedagogia/Psicologia), Ciências da Comunicação, Informática de Gestão, Contabilidade e Administração, Direito, Arquitectura e Urbanismo, Engenharia Civil, Engenharia Química, Engenharia Electrónica, Electricidade Naval, Engenharia Electromecânica, Engenharia Informática, Engenharia Mecânica, Engenharia Ambiental e Engenharia Electrónica e Telecom.

Após a selecção terminante, os finalistas receberam primeiro uma formação de seis semanas, que foi feita numa escola de formação, parceira do Programa Talentos Angola. Agora decorre, com início na primeira semana de Junho, a fase final do Programa, o on-the-job trainning, que terá a duração de 17 semanas, por isso, devera terminar na primeira semana de Outubro. Durante o restante período de formação, os finalistas passarão a receber um salário de trainee compatível com o mercado, subsídio de alimentação co-participada, assistência médica para primeiros socorros, entre outros.

“O Programa Talentos Angola está a ser uma experiência muito interessante. Sinceramente, exige mais de mim e reestruturou a minha vida e a minha forma de ser. Agora planeio melhor as minhas tarefas e foco-me em cumprir objectivos”, comentou Miranda Ganga, um dos seleccionados finais do Programa Talentos Angola, formado em Informática de Gestão, sobre como a sua participação no Programa afectou a sua vida.

O Programa Talentos Angola, oficialmente lançado pelo Grupo Boa Vida, no âmbito da sua responsabilidade social, tem uma duração total de seis meses, com formação técnica e comportamental, direccionado a jovens empreendedores, com espírito de liderança e determinação em buscar resultados, por isso a designação Talentos Angola que já tem tido excelentes resultados na sua estreia e espera ter ainda melhores nas próximas edições.

Mais Lidas