Ver Angola

Comércio

Franceses do Carrefour e sul-africanos da Shoprite na corrida à gestão do Kero

O Governo anunciou esta semana a abertura de um concurso público para atribuir a gestão da rede de supermercados Kero, entregue ao Estado no âmbito de um processo que envolve os generais Hélder Vieira Dias 'Kopelipa' e Leopoldino Fragoso do Nascimento 'Dino'. Sabe-se agora que na corrida à cadeia de hipermercados constam a multinacional francesa Carrefour e os sul africanos da Shoprite.

:

Com prateleiras vazias e caixas fechadas, o Estado procura abrir mão da gestão do Kero e rentabilizar o activo, que emprega cerca de 1700 trabalhadores e lhe foi entregue em Outubro de 2020.

Para isso, foi aberto um concurso público cujo valor dependerá das propostas dos candidatos. No entanto, as elevadas dívidas associadas à cadeia de hipermercados fazem antever propostas abaixo do esperado.

De acordo com informações avançadas pelo presidente do Conselho de Administração do Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE), o concurso será aberto na próxima Segunda-feira, dia 21, sendo que "até finais de Setembro acontece o anúncio do vencedor".

O Expansão avança o interesse do grupo francês Carrefour na gestão da cadeia de hipermercados angolana. Considerado um dos grandes players na distribuição à escala mundial, o grupo opera uma rede que ultrapassa as 12.200 lojas, localizadas em mais de 30 países.

Outro dos nomes apontados à gestão do Kero é o dos sul-africanos da Shoprite. Presentes no mercado nacional desde 2003, contam com uma rede de 500 lojas, espalhadas maioritariamente pelo continente africano, das quais 33 em Angola. A empresa emprega cerca de 4000 trabalhadores no país.

Contrariamente ao previsto, o Estado não vai privatizar mas sim entregar a gestão dos supermercados Kero que lhe foram consignados há oito meses. 


Relacionado