Ver Angola

Educação

Confederação Empresarial da CPLP oferece um milhão de vagas em cursos à distância

A Confederação Empresarial da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CE-CPLP), em parceria com outras entidades, está a oferecer um milhão de vagas em cursos gratuitos de formação e qualificação profissional à população dos estados-membros.

:

Num comunicado emitido esta Quarta-feira, após uma reunião de direcção, na qual o ensino à distância foi um dos temas da agenda, a CE-CPLP informa que "o Instituto de Formação dos Países de Língua Oficial Portuguesa (IFCPLP), em parceria com a CE-CPLP, a Otimiza Brasil e a Residência Educação está a oferecer um milhão de acessos para cursos totalmente gratuitos de formação inicial e continuada e de qualificação profissional".

"A ideia é dar às pessoas a possibilidade de evoluírem profissionalmente, mesmo durante a pandemia da Covid-19", adianta a mesma nota.

Os cursos oferecidos são nas áreas de alimentação escolar, farmácia, segurança, obras, logística, planeamento, controle de qualidade, entre outros.

Por isso, o delegado da CE-CPLP e presidente da Otimiza Brasil, Bertrand Dupont, considerou que “é importante que os cursos sejam divulgados ao máximo de pessoas possível", em todos os países da comunidade.

Na reunião, segundo a mesma nota, os dirigentes da CE-CPLP, presidida pelo empresário moçambicano Salimo Abdula, discutiram também a criação de um Tribunal Arbitral e a oferta de serviços aos empresários dos nove estados-membros da CPLP.

"Preocupados com a resolução de conflitos e procurando privilegiar o comércio exterior dos pequenos negócios entre os países do grupo, os dirigentes também voltaram a falar sobre a constituição do Tribunal Arbitral da CE-CPLP", afirmam no comunicado.

Para o efeito, os representantes empresariais dos nove Estados que integram a CPLP foram convidados a indicar um membro de cada um destes para integrar a comissão que se responsabilizará pelos trabalhos.

O presidente da CACB (Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil), George Pinheiro, e vice-presidente da CE-CPLP, indicou o coordenador da Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem Empresarial (CBMAE) da Confederação, Eduardo Vieira, para a tarefa, adianta o documento.

Ainda na reunião, o grupo discutiu a possibilidade de uma parceria com o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e ações que a confederação pode desenvolver para oferecer novos serviços aos empresários da comunidade.

“Este pode ser o tema do pilar da sustentabilidade dos nossos objetivos enquanto Confederação”, disse Salimo Abdula, ao informar que pretende fazer uma reunião especial sobre o assunto, refere a nota.

Integram a CPLP Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.