Ver Angola

Defesa

Igrejas assaltadas e vandalizadas no fim-de-semana

Pelo menos duas igrejas católicas do país, nomeadamente nas províncias do Bié e Lunda Norte, foram assaltadas e vandalizadas, no fim-de-semana, por "elementos não identificados", anunciaram as autoridades religiosas esta Segunda-feira, pedindo "maior policiamento".

: Lusa
Lusa  

Segundo o padre Paulo Cassinda, pároco do Divino Espírito Santo, comunidade da diocese do Cuito, citado esta Segunda-feira pela emissora católica nacional, os assaltantes levaram toalhas do altar, material de limpeza, mais de 100 cadeiras e diversos objectos do cartório.

"Já várias vezes alertámos a polícia na sequência de assaltos que o posto médico contíguo à igreja tem sofrido, e é necessário e urgente que se coloque uma esquadra móvel para maior controlo", pediu o sacerdote.

Por seu lado, a religiosa Teresa Nduva, superiora da Casa das Irmãs Filhas de África, na diocese do Dundo, província da Lunda Norte, também anunciou esta Segunda-feira um assalto de que foi alvo a paróquia da Nossa Senhora do Rosário, no sector da Calonda.

A freira contou que os assaltantes levaram um gerador, electrodomésticos e material de decoração, referindo que a polícia está já a par da ocorrência.

"E neste momento o que pedimos é segurança, o que não temos", referiu.

Igrejas e comunidades religiosas têm sido, nos últimos tempos, alvo de assaltos no país.

Em Luanda, comunidades católicas do município de Cacuaco, um dos nove da capital, relatam constantemente actos de assaltos e vandalismos, conforme a Lusa noticiou anteriormente.