Zetho Cunha Gonçalves vence primeira edição do prémio de literatura dstangola/Camões

O poeta angolano Zetho Cunha Gonçalves é o vencedor da primeira edição do prémio de literatura dstangola/Camões, pela obra "Noite Vertical", indica o sítio oficial do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.
:
  

O galardão, no valor de 15 mil euros, será entregue a 10 de Junho, no âmbito das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, na União dos Escritores Angolanos, em Luanda, numa cerimónia que vai contar com a declamação de poemas do livro vencedor.

“O Prémio de Literatura dstangola/Camões, lançado no início do ano pelo dstgroup e pelo Camões I.P. pretende distinguir, anualmente e de forma alternada, títulos em poesia e em prosa, de autores nascidos em Angola e publicados em língua portuguesa”, anunciou o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua no seu sítio oficial, na Internet.

A primeira edição da iniciativa registou cerca de duas dezenas de candidaturas, e consagrou a obra poética “Noite Vertical”, de Zetho Cunha Gonçalves.

“No âmbito do protocolo Empresa Promotora da Língua Portuguesa, firmado entre o dstgroup e o Camões, I.P., o grupo comprometeu-se a apoiar o Camões - Centro Cultural Português em Luanda, onde já foi criada a sala de leitura dstangola, inaugurada pelo Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa”, acrescenta.

Zetho Cunha Gonçalves, que nasceu no Huambo, a 1 de Julho de 1960, e vive em Lisboa, é poeta, ensaísta, tradutor e autor de literatura infantil e juvenil.

Em 2018 viu o seu nome ser proposto para o Prémio Nobel de Literatura.

"A Palavra Exuberante", "Fernando Pessoa - Um Retrato Fora da Arca" e "Rio Sem Margem" estão entre os títulos publicados em Portugal de Zetho Cunha Gonçalves.

Mais Lidas