Enfermeiros de Luanda levantam greve depois de acordo com entidade patronal

O Sindicato dos Técnicos de Enfermagem de Luanda levantou esta Quarta-feira a greve que decorria desde Segunda-feira, depois de alcançar acordo com o governo provincial, que prometeu resolver 90 por cento das reivindicações, disse à agência Lusa fonte sindical.
Ampe Rogério:
    Ampe Rogério

Segundo o secretário-geral do Sindicato dos Técnicos de Enfermagem de Luanda, António Afonso Kileba, depois de nove horas de reunião, as partes chegaram a acordo com relação às reivindicações sobre a abertura de um concurso público interno, o pagamento de retroactivos e a promoção de categorias.

"Valeu a pena a nossa insistência, daquilo que nós vínhamos reivindicando entre 80 a 90 por cento foram aceites e a comissão criada começa já a trabalhar a partir de sexta-feira, e estará presente o MAPTSS (Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social) que vai analisar as propostas", referiu.

António Afonso Kileba referiu que fica levantada a greve, devendo ser retomados, na quinta-feira, os trabalhos nos postos, centros, hospitais municipais e provinciais de responsabilidade do Governo da Província de Luanda.

A greve iniciada, na Segunda-feira, por tempo indeterminado, visou reivindicar o pagamento de retroactivos referentes à carreira de enfermagem, a promoção profissional com mais de cinco anos de serviço e a realização de concursos públicos internos para os técnicos que aumentaram os seus níveis académicos na área, reclamações apresentadas há seis anos.

Mais Lidas