Preço do dólar nas ruas de Luanda volta a disparar

O preço por um dólar norte-americano nas ruas de Luanda voltou a aproximar-se dos 600 kwanzas nos últimos dias, continuando muito acima da taxa de câmbio oficial, que ronda os 166 kwanzas.
:
  

Numa ronda feita pelas ruas de Luanda, a agência Lusa constatou também o agravamento dos receios de quem vende dólares relativamente à polícia, face ao aumento das acções de fiscalização nos últimos dias, com detenções e apreensão de moeda estrangeira.

A situação é relatada de forma anónima pelas mulheres que vendem divisas na rua, conhecidas como 'kinguilas', que admitem desconfiar de qualquer abordagem, por recearem tratar-se de polícias à civil.

"A polícia está a apertar muito. Também não há dinheiro, kwanzas, e arranjar dólares é muito difícil, com muita procura", justificou uma destas mulheres, em declarações à Lusa.

Apesar de ilegal, por não haver qualquer controlo ou sequer pagamento de impostos, a venda de dólares na rua, especulativa, é há vários meses a única forma de aceder a divisas em Angola, tendo em conta as restrições na banca comercial, decorrentes da crise financeira, económica e cambial decorrente da quebra nas receitas petrolíferas.

Depois de na semana anterior a nota de dólar ter descido 15 por cento, para menos de 500 kwanzas, regista-se agora nova subida nas ruas.

A Lusa encontrou quem vendesse uma nota de dólar a 610 kwanzas no bairro do São Paulo e a 590 kwanzas na Mutamba. Noutra zona do centro de Luanda era possível comprar a mesma nota norte-americana por 550 kwanzas, no bairro do Prenda, e por 580 kwanzas nos Mártires do Kifangondo.

Mais Lidas