Ver Angola

Política

Vera Daves: “Só pode trabalhar como servidor público uma pessoa que respeite a verdade”

A Ministra das Finanças afirmou, em Luanda, que só pode trabalhar como servidor público uma pessoa que respeite a verdade, actue com rectidão moral e não procure outra forma de remuneração que não seja o seu salário.

:

Vera Daves de Sousa fez estas declarações na cerimónia de tomada de posse de quadros dos Órgãos Centras e Organismos Tutelados do MINFIN recentemente nomeados. Na mensagem dirigida aos novos lideres, a responsável pela pasta das Finanças enfatizou os valores da integridade, probidade, rigor, competência,  responsabilidade e disciplina, transparência e isenção e busca contínua pela excelência.

"Se todos actuarmos segundo esta moldura ética e deontológica, obteremos melhores resultados", afirmou a ministra, em comunicado remetido ao VerAngola.

A responsável apelou aos presentes a não se esquecerem do significado de excelência e o alcance dos resultados que proporciona: a melhoria do modo de vida dos angolanos. "Nós somos servidores públicos, e nada nos pode orgulhar mais do que um serviço sem mácula, que contribua, efectivamente, para melhorar a vida dos cidadãos", vincou.

Vera Daves ressaltou também o conceito prático e a importância do trabalho em equipa, dizendo que os resultados que são entregues todos os dias em benefício dos cidadãos não são apenas fruto do trabalho individual. são, efectivamente, resultados de trabalho em equipa. Um trabalho em equipa, continuou, realizado num clima organizacional que se quer "sadio, fruto de lideranças fortes, exigentes, agregadoras e inspiradoras, que melhoram e integram os desempenhos individuais". "Cada um de nós é relevante no sentido de agregar valor às equipas", afirmou a ministra.

Explicou ainda que há muito a ser feito para melhorar os resultados dos trabalhos desempenhados naquele departamento ministerial, olhando com particular atenção para a qualidade e a celeridade das respostas às solicitações. "Isto é válido para todos os líderes do MINFIN", afirmou.

"Para isso é preciso conhecer e adoptar os procedimentos estabelecidos, praticar e defender os valores que fortalecem o nosso clima organizacional. Valores que tornam o Ministério das Finanças inexpugnável face a toda e qualquer prática que possa lesar os recursos que o Estado dispõe para servir os angolanos: as famílias e as empresas", garantiu.

Por sua vez, os recém-empossados juraram cooperar na realização dos fins superiores do Estado, defender os princípios fundamentais da ordem estabelecida na Constituição da República e respeitar as Leis, dedicando-se ao serviço público com zelo, inteligência e aptidão.