Ver Angola

Sociedade

UNICEF e BFA assinam acordo de 256 milhões de kwanzas para combate da desnutrição no Bié

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e o Banco de Fomento Angola (BFA) assinaram esta Terça-feira, em Luanda, um acordo financeiro de 256 milhões de kwanzas para reduzir a desnutrição infantil na província do Bié.

:

De acordo com uma nota de imprensa do UNICEF, a que a agência Lusa teve acesso, o projecto com intervenções preventivas e curativas a favor de crianças menores de 5 anos, visa reduzir a desnutrição aguda e crónica, na província do Bié, no município do Cunhinga.

O projecto, com duração de 12 meses, prevê a melhoria da qualidade da assistência prestada à mulher grávida, no pós-parto e no decorrer do crescimento da criança, bem como, o reforço da qualificação de todos os profissionais de saúde da unidade sanitária do Cunhinga, principalmente técnicos de saúde reprodutiva e de nutrição.

"Para o BFA, o desenvolvimento das crianças é importante para o futuro de Angola, pelo que, através do apoio a iniciativas ou projectos com foco na saúde, educação e inclusão social e financeira, o banco entende que é possível melhorar as suas condições de vida e das suas famílias, garantindo a sua resiliência, sustentabilidade e confiança no futuro", refere o comunicado.

Já o representante do UNICEF em Angola, Ivan Yerovi, citado no documento, referiu que a parceria entre as duas instituições "é um testemunho de que o sector privado desempenhará num papel fundamental no desenvolvimento de Angola".

"O BFA tem-se focado no bem-estar das crianças e das mulheres que se encontram em situações difíceis. Esperamos que esta parceria inspire outras organizações a colocarem as crianças na sua agenda de negócios", salientou Ivan Yerovi.

O acordo foi assinado pelo presidente da comissão executiva do BFA, Luís Gonçalves, e a administradora, Vera Escórcio, e pelo representante interino do UNICEF, Andrew Trevett, e pela representante adjunta das Operações, Kateryna Lytvynenko.