Ver Angola

Educação

Tele-aulas com mais disciplinas. Ensino na TV pode continuar mesmo depois de escolas abrirem

A ministra da Educação, Luísa Grilo, revelou que o projecto das tele-aulas poderá vir a sofrer alterações: o executivo está a pensar acrescentar disciplinas ao programa e pondera mesmo mantê-lo em funcionamento depois de a situação actual de pandemia já ter sido ultrapassada.

:

Uma das medidas tomadas pelo Governo para combater a covid-19 foi fechar as escolas. Com os estabelecimentos de ensino de portas fechadas o executivo viu-se obrigado a arranjar uma solução para o sector da educação. Foi assim que a tele-escola chegou a casa dos angolanos. Esta solução, segundo a governante, tem agradado ao governo.

Luísa Grilo disse que o objectivo da tutela com a implementação da tele-escola – que é transmitida pela Televisão Pública de Angola – está a ser alcançado e, apesar de admitir que "ainda há aspectos a melhorar" o governo está satisfeito "com os resultados alcançados".

A ministra revelou ainda que o programa das tele-aulas poderá vira sofrer ligeiras modificações. Entre elas está a alteração no número de disciplinas, que poderá vir a crescer. "Começámos com as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática e vamos aumentar a outras", afirmou.

A tele-escola poderá ainda ser uma iniciativa a manter em funcionamento mesmo depois de as medidas de contenção contra a pandemia serem levantadas, admitiu.

Considerando esta iniciativa como importante, Luísa Grilo explicou que o ensino em casa ajuda os alunos a reforçar os seus conhecimentos numa altura em que o país se encontra a meio gás.