Ver Angola

Economia

Investimento público: Estado continua a procurar parcerias com sector privado

O ministro do Urbanismo e Habitação angolano disse ontem em Luanda que o diálogo entre o Estado e o sector privado "precisa ser muito mais afinado" este ano, face ao decréscimo no nível do investimento público.

:

José da Conceição e Silva falava à margem da conferência de imprensa de apresentação do segundo Fórum sobre Investimentos em Infra-estruturas Urbanas em África, que Angola acolhe na próxima semana.

Segundo o ministro, apesar de mais reduzido este ano, o Estado continua a procurar parcerias com o sector privado no programa de investimentos públicos, por exemplo com a comparticipação na disponibilização de espaços.

"Para o desenvolvimento de um negócio imobiliário, o terreno se afigura como a base fundamental, é assim que temos estado a atrair uma série de empreendedores do ramo imobiliário, no sentido de em sistema de permuta podermos fazer essas parcerias em que o Estado entra com a parte relativa aos terrenos", explicou o governante angolano.

O titular da pasta do Urbanismo e Habitação adiantou que a parceria estende-se por vezes além da cedência de espaços à construção de infra-estruturas, para que o sector privado invista em obras de urbanização e habitação. "Fazendo um casamento perfeito e cujos resultados a breve trecho poderão surgir. Há um clima bastante aberto e ameno, que permite que este investimento, que esta parceria, possa surtir os seus frutos", destacou o ministro.

Devido à quebra na cotação internacional do barril de crude, o Governo angolano avançou com uma revisão no Orçamento Geral do Estado de 2015, cortando um terço de todas as despesas.